Objetivos

Programa de Pós-Graduação em Geologia da Universidade Federal do Ceará (PPGG) tem como objetivo principal formar recursos humanos na área de Geociências com excelência, através da produção de conhecimento científico de altíssima qualidade. Como objetivos específicos, destaca-se:

  • Aperfeiçoar cientificamente profissionais graduados em Geologia e Engenharia Geológica, Geografia, Biologia, Química, Física, Oceanografia, Ecologia, Engenharias em geral e áreas afins;
  • Desenvolver pesquisas voltadas às diversas áreas do conhecimento geológico e suas aplicações, dentro das linhas de pesquisa do Programa;
  • Enfatizar temas de relevância socioeconômica regional e nacional, tais como prospecção de águas subterrâneas e gestão de recursos hídricos no semiárido nordestino, recursos minerais metálicos e não metálicos do Estado do Ceará e do semiárido do Nordeste do Brasil, preservação e conservação do meio ambiente, taxonomia, tafonomia e contexto paleoambiental de fósseis em bacias sedimentares do Nordeste do Brasil, tectônica e sedimentação em bacias do Nordeste do Brasil, modelos geofísicos para caracterização de sistemas petrolíferos, avaliação e monitoramento da erosão costeira, entre outros.

As medidas do alcance de tais objetivos são mostradas abaixo, para o quadriênio 2013-2016. Recursos humanos formados: total de 69 egressos, destes 44 mestres e 25 doutores. Considerando-se que o programa tem 21 anos de existência, em aproximadamente um quinto desse período (04 anos) foi formado pouco mais de um terço (34,6%) do total de pós-graduados diplomados (199). Entre janeiro de 2017 e março de 2018 (15 meses) foram titulados mais 12 doutores e 20 mestres.

O perfil das linhas de pesquisa é reflexo da cultura e histórica organizacional do Departamento de Geologia da UFC, que desde sua origem como Instituto de Geociências, no final da década de 1960, tem foco em Geologia do Pré-Cambriano, Recursos Minerais e Hidrogeologia. Na década de 1980 surgiu outra vocação: Geologia Ambiental e seus estudos voltados ao meio ambiente e as interações antrópicas e, mais recentemente, os estudos relacionados à Paleontologia e à Geologia Sedimentar ganharam notoriedade e fomentaram a linha de Geologia Sedimentar e Paleontologia.